VEM PRO GOOGLE

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

TODAS AS CERTIDÕES SÃO GRATUITAS? TODAS, SEM EXCEÇÃO

Em setembro (14) publiquei  TODAS AS CERTIDÕES SÃO AGORA GRATUITAS (CÍVEIS E CRIMINAIS), conforme teor do Provimento CSM nº 2.356/16 do TJSP.
Mas a coisa não é automática. Em muitos cartórios, a despeito da norma, havia quem se...

Em setembro (14) publiquei  TODAS AS CERTIDÕES SÃO AGORA GRATUITAS (CÍVEIS E CRIMINAIS), conforme teor do Provimento CSM nº 2.356/16 do TJSP.
Mas a coisa não é automática. Em muitos cartórios, a despeito da norma, havia quem se apegasse ao parágrafo único do art. 1.227 das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça para manter a cobrança de certidões, em especial as de objeto e pé. 
A exigência foi motivo de parecer e da revogação do indigitado parágrafo, conforme publicado hoje, no Diário Oficial.
Sem mais contradições que possam trazer mais questionamentos, a regra é: "Todas as certidões são gratuitas. Todas, sem exceção." 


PROCESSO Nº 2015/47186 Parecer 624/2016 - J GRATUIDADE PARA EXPEDIÇÃO DE CERTIDÕES –– Provimento CSM nº 2.356/16 e art. 5º, XXXIV, ‘b’, da Constituição Federal – Necessidade de adaptação das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça – Redação do parágrafo único do art. 1.227 das NSCGJ - confusão das serventias – Parecer propondo sua revogação. Excelentíssimo Senhor Corregedor Geral da Justiça, Trata-se de solicitação de esclarecimentos quanto à extensão da determinação de gratuidade para expedição de certidões, constante do Provimento CSM nº 2.356/16, em especial sobre a obrigatoriedade de recolhimento de guia para obtenção de certidão de objeto e pé. A consulente esclarece que encontra dificuldades junto a alguns cartórios cíveis de São Paulo, que ainda exigem a apresentação de guias recolhidas junto ao Banco do Brasil. É o relatório. OPINAMOS. Em face dos questionamentos apresentados, a SPI se manifestou, a fl. 351, opinando pela revogação do parágrafo único do art. 1.227 das NSCGJ, tendo em vista que o seu teor está em dissonância com gratuidade assegurada pelo Provimento CSM nº 2.356/16. 
O art. 1.227 das NSCGJ assim dispõe: “Art. 1.227. Sempre que possível, os documentos serão disponibilizados na internet para impressão pelo advogado ou interessado. Parágrafo único. A certidão de objeto e pé somente será disponibilizada para impressão após a comprovação do recolhimento da respectiva taxa.” Analisando a redação do parágrafo único do art. 1.227 das NSCGJ evidencia-se, claramente, que está em contrariedade com isenção de ônus na expedição de certidões, assegurada pelo Provimento CSM nº 2.356/16 e com exigência do art. 5º, XXXIV, ‘b’ da Constituição Federal. Ressalta-se, ainda, que a manutenção do referido dispositivo legal provoca confusão nas serventias, que, não obstante a gratuidade assegurada, sentem-se inseguras quanto à persistência da exigência da comprovação do recolhimento de taxa. Recomenda-se, portanto, a revogação do referido parágrafo único, não apenas por estar em contrariedade com normativos vigentes, mas, também, para evitar surgimento de dúvidas e confusão quanto à efetiva extensão da gratuidade assegurada no Provimento CSM nº 2.356/16. Diante do exposto, o parecer que respeitosamente submetemos à elevada apreciação de Vossa Excelência é no sentido de atualização das NSCGJ, conforme minuta de provimento que segue. No mais, à SPI para ciência e providências. Sub censura. São Paulo, 07 de dezembro de 2016. (a) MARIA RITA REBELLO PINHO DIAS Juíza Assessora da Corregedoria (a) ANA RITA DE FIGUEIREDO NERY Juíza Assessora da Corregedoria (a) RODRIGO MARZOLA COLOMBINI Juiz Assessor da Corregedoria DECISÃO: Aprovo, por seus fundamentos, que adoto, o parecer e a minuta apresentados pelos MM. Juízes Assessores da Corregedoria e determino a edição do Provimento sugerido. São Paulo, 07 de dezembro de 2016. (a) MANOEL DE QUEIROZ PEREIRA CALÇAS Corregedor Geral da Justiça PROVIMENTO CG Nº 68/2016 O Desembargador MANOEL DE QUEIROZ PEREIRA CALÇAS, Corregedor-Geral da Justiça do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO que o Provimento CSM nº 2.356/2016 estabeleceu a gratuidade para a expedição das certidões cíveis; CONSIDERANDO a necessidade de atualização das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça em face das determinações contidas no Provimento CSM nº 2.356/2016; RESOLVE: Art. 1º Revoga-se o parágrafo único do art. 1.227 das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça. Art. 2º Esse provimento entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São Paulo, 7 de dezembro de 2016. (a) MANOEL DE QUEIROZ PEREIRA CALÇAS Corregedor Geral da Justiça 
Publicação Oficial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Lei Federal nº 11.419/06, art. 4º Disponibilização: sexta-feira, 16 de dezembro de 2016 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano X - Edição 2261 25 

GOSTOU? COMPARTILHE. NÃO GOSTOU? COMENTE. SEMPRE É POSSÍVEL MELHORAR


Obrigada pela visita!
QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG.


Seja leal. Não copie, compartilhe.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches 
Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Praia, sol, mar... rios, aves, plantas, flores, frutos... a natureza em todas as potencialidades. O belo, próximo. A segunda cidade mais antiga do Brasil, a Amazônia Paulista, minha paixão.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog

VIVER

“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.” (Oscar Wilde)

SONHOS

“Todos os homens sonham, mas não da mesma maneira. Existem aqueles que têm seus sonhos à noite, nos recônditos de suas mentes, e ao despertar, pela manhã, descobrem que tudo aquilo era bobagem. Perigosos são os homens que sonham de dia, porque são capazes de viver seus sonhos de olhos abertos, dispostos a torná-los realidade.” (T. E. Lawrence)